100 motivos pelos quais eu amo minha mãe

Essa lista é feita com o intuito de dizer “Eu te amo” e “você é perfeita” para a minha mamãe.

like-mother-like-daughter-11-photos-11

01- Ela é sensata
02- Ela é humana
03- Ela é sacrificadora
04- Ela é linda
05- Ela é inspiradora
06- Ela é a pessoa mais inteligente que já conheci
07- Ela é maravilhosa em todos os sentidos
08- Ela tem opiniões fortes
09- Ela me criou de forma exemplar
10- Ela é feminista
11- Ela é imperfeita
12- Ela é guerreira
13- Ela sabe se divertir
14- Ela dança
15- Ela canta
16- Ela é talentosa
17- Ela me incentiva
18- Ela é criativa
19- Ela tem lindos olhos
20- Ela é racional

tumblr_lfx57udxvh1qzg5hjo1_500

21- Ela é passional
22- Ela é forte
23- Ela me faz querer ser melhor
24- Ela me compreende
25- Ela tem um ótimo gosto musical
26- Ela não foge de uma briga
27- Ela tem um ótimo estilo
28- Ela não tem vergonha de chorar
29- Ela me tem como sua confidente
30- Ela tem conversas sérias comigo
31- Ela compartilha seus sentimentos
32- Ela gosta da minha companhia
33- Ela é animada
34- Ela é a pessoa mais importante da minha vida
35- Posso contar tudo para ela
36- Ela tem um senso de humor fantástico
37- Ela tem um sorriso lindo
38- Ela é a primeira pessoa pra quem quero contar uma novidade
39- Ela é minha melhor amiga
40- Ela é bem-sucedida em tudo o que se propõe a fazer

extra_large_efb76c50-d68f-0132-cea8-0e01949ad350

 

41- Ela me dá beijo de boa noite e de bom dia
42- Ela só quer o meu melhor
43- Ela arruma meu quarto mesmo quando eu digo pra não fazer isso
44- Ela é corajosa
45- Ela é honesta
46- Ela é sincera
47- Ela é prática
48- Ela é determinada
49- Ela sabe fazer escolhas
50- Ela sabe cozinhar
51- Ela faz os itens artesanais mais lindos que já vi
52- Ela é tagarela
53- Ela pede minha opinião
54- Ela pede ajuda
55- Ela assiste os vídeos que eu mostro
56- Ela sempre me apoia
57- Ela valoriza o tempo livre
58- Ela é brincalhona
59- Ela é séria
60- Ela é parecida comigo

15

61- Ela gosta de se cuidar
62- Ela é competente
63- Ela é uma dama
64- Ela é meu oposto
65- Ela me ensinou tudo o que sei
66- Ela me mostra coisas interessantes na Internet
67- Ela se preocupa comigo
68- Ela é sábia
69- Ela filosofa
70- Ela tem ótimos conselhos
71- Ela tem ótimas histórias pra contar
73- Ela é humilde
74- Ela é vanguardista
75- Ela sabe jogar qualquer coisa
76- Ela é independente
77- Ela é bondosa
78- Ela é brava
79- Ela sempre tenta ser melhor
80- Ela é carinhosa

efba7860-d68f-0132-bfcb-0a13eebe068d

81- Ela segurava minha mão toda noite para eu dormir
82- Ela me deixa deitar com ela no sofá apertado
83- Ela é batalhadora
84- Ela tem ótimas ideias
85- Ela me conforta
86- Ela me estimula
87- Ela faz de tudo para me ver feliz
88- Ela me escuta
89- Ela canta músicas antigas inconscientemente
90- Ela me ama incondicionalmente
91- Ela é única no mundo para mim
92- Posso contar com ela para tudo
93- Ela confia em mim
94- Ela tem um coração gigante
95- A vida muitas vezes foi azeda com ela, mas ela sempre achou uma forma de adoçá-la.
96- Ela é segura de si
97- Ela faz minhas fantasias e outras roupas por amor
98- Ela faz as melhores batatas-fritas do mundo
99- Ela é uma ótima mãe
100- Ela tem o melhor abraço do mundo

Feliz dia das mães, mamãe!

Anúncios

Blog CIL é uma fênix!

12494973_523220404523671_468365037571995715_n

A partir de Agosto de 2014 um novo rumo foi tomado na minha vida. Era hora de encarar as responsabilidades que viriam no ano que vinha a seguir com muita paciência e foco. Eu estava no segundo ano do Ensino Médio, retirando o pó de clássicos da literatura em casa quando percebi que teria que abrir mão do blog por pelo menos um ano para conseguir atingir o meu potencial máximo nos estudos, afinal 2015 foi o ano do terceirão + vestibular, e vou falar um pouco sobre isso para quem possui dúvidas sobre esse assunto.

Eu estudei minha vida inteira em colégios públicos e decidi manter isso quando passei para o terceiro ano, mas um cursinho privado era necessário para guiar os estudos e auxiliar na matéria. Sendo assim, eu ia ao colégio de manhã, voltava para casa almoçar e à tarde ia para o cursinho até o início da noite. Ao chegar em casa tomava café e ia estudar.

Não foi um ano fácil, e as pessoas ao meu redor percebiam isso. Me esforcei para não faltar no colégio para poder fazer isso no último trimestre, onde tudo seria mais apertado e a matéria que aprendi no cursinho já daria conta de garantir uma boa nota em provas do colégio. Já no cursinho faltei apenas 3 dias durante o ano por causa de uma viagem extremamente importante e dei meu máximo durante o primeiro semestre para compreender totalmente as matérias-base para os conteúdos derivados que posteriormente seriam ensinados.

Minha dica pra quem planeja fazer o mesmo que eu é dar prioridade máxima ao cursinho, porque ele é feito para te aprovar em uma faculdade, mostrando os conteúdos de forma mais dinâmica e rápida, com macetes e dicas para fixar melhor a matéria. Hoje lembro com carinho de todas as músicas, piadas e brincadeiras que meus professores do cursinho faziam. Até sinto saudade disso tudo. O ambiente era acolhedor, como fazer parte de um clube onde todos tem o mesmo objetivo que você.

É normal se sentir cansado, já digo isso de antemão. Conforme setembro foi chegando fui faltando mais no colégio, indo dormir mais cedo, deixando ainda mais matérias em branco. Falando em matérias em branco, não se torture por tê-las te acompanhando durante o período letivo. Ninguém nesse mundo consegue dar conta das matérias de no mínimo 11 anos de estudo em apenas 1 ano. É sobre-humano. Desejei milhares e milhares de vezes ter o Vira-Tempo da Hermione ou o poder de voltar no tempo quando quisesse da família de Tim, do filme “Questão de Tempo” (mesmo sendo uma mulher). Se você puder e quiser, utilize as férias e os finais de semana para dar atenção às matérias atrasadas, mas se preocupe mais com a qualidade ao invés da quantidade. Mais valem 3 matérias totalmente compreendidas do que 10 mal interpretadas.

Antes do ENEM as únicas experiências que eu havia tido com vestibulares haviam sido os simulados, mas todos eles tinham o modelo da primeira fase da Federal do Paraná, meu grande objetivo. O Exame Nacional do Ensino Médio foi uma prova que mostrou a que veio, exigindo foco, resistência, paciência e astúcia.

Não prestei vestibular para nenhuma faculdade particular, tentei apenas a UFPR. Minha opção de curso foi Jornalismo, meu grande sonho e paixão. Quando o dia chegou, eu estava muito ansiosa. Combati isso dançando, que é algo que amo fazer e super recomendo. Depois de duas músicas inspiradoras (Runnin’, do Adam Lambert e Fight Song, da Rachel Platten) eu estava confiante para entrar na sala de provas e dar o meu melhor.

Resumindo as informações: Depois de fazer as provas esperei pelos resultados. O dia do resultado da segunda fase da Federal foi repleto de apreensão, ainda com bônus para mais tarde naquele dia haver divulgação das notas do ENEM. Usei o aplicativo +UFPR no celular para ver o resultado assim que saísse, e aí vêm o drama: Apertei nas opções, pedi para minha mãe olhar o resultado pra mim e quando ela disse “não deu” desabei no choro, mas não conseguia acreditar. Eu sabia que tinha ido bem nas redações, que tinha chance. Peguei o celular novamente, saí do aplicativo, entrei novamente, fui com calma apertando as opções e quando vi meu nome na lista de aprovados senti meu coração saltar do peito. Antes de comemorarmos decidimos ter certeza, então olhamos no site, e quando meu nome realmente estava lá foi hora de gritar, estourar champagne e chorar, dessa vez de felicidade. Eu tinha conseguido :), apenas tinha dado a louca e apertado em alguma coisa errada quando fui checar pela primeira vez. No final das contas, as notas do ENEM não foram necessárias além de para meu conhecimento.

Enfim, depois da aprovação chegou a hora de pegar novamente algumas coisas do ponto que deixei há um ano e meio. O blog está voltando, logo volto a tocar os instrumentos musicais e as leituras irão voltarão a ser recorrentes. Muitos planos para 2016!

Ah, e foi durante esse período de pausa que a página do facebook atingiu 2.000 curtidas, e isso me fez ficar MUUUUUUITO feliz. Obrigada demais!

A gente se vê,

Beijos ❤

Projeto FVL #2 – Cuidados com o seu livro na praia

Olá pessoal! Eu sei, eu sei, eu sumi! Peço desculpas por isso, mas agora que tudo normalizou voltarei cheia de resenhas e dicas para vocês, let’s begin!
Há muito sol e calor no Brasil todo, e as praias estão quase lotadas. Pensando nisso, criei um guia para que seu livro não molhe, não fique cheio de areia na brochura, sua vista não fique machucada e algo mais. Vamos conferir?
  • 1: Uma sacola transparente: Não há nada mais chato do que seu livro ficar enrugado em algumas partes por causa da água da praia/piscina e ele parecer um chocalho por causa da areia que entra na brochura. Portanto, que tal colocarmos os livros em uma sacola transparente para que ele fique ileso ao vento com areia e às mudanças de clima?
  • 2: E-books: Se você não quer levar seus preciosos livros para a praia (para não ocupar tanto espaço, ou por simplesmente ter medo de eles ficarem destruídos), que tal comprar/baixar e-books e colocar no seu tablet/celular? (Use uma capinha com frente e trás para proteger) Só cuidado com a areia! (Perdi uma câmera fotográfica por causa da areia da praia)
  • 3: Óculos de sol/Guarda-sol: Você pode até estar embaixo do guarda-sol, mas cuide para que seu livro também esteja! Ler no sol prejudica a visão, além de (dependendo da folha) acabar manchando-a pelos raios solares. Se não possuir um guarda-sol, use um óculos, não tem falha!
  • 4: Não deixe seu livro por aí!: Cuidado com furtos na praia, por ser pequeno, os ladrões podem se interessar em vender os livros para algum fim particular, portanto nunca vá sozinha à praia caso leve um livro e não deixe o seu “acampamento na praia” sem ninguém cuidando!
  • 5: Cuidado com seu cabelo!: Decidiu dar um mergulho, saiu e deitou de bruços para ler? NEM PENSAR! Seque bem o seu cabelo ou enrole em uma toalha, pois as gotas podem cair no livro e deixá-lo todo enrugado pela água.

 

Por enquanto é só. Gostaram?
Um beijo,
Janyne.

Submarino e Saraiva estarão participando da Black Friday 2013

Este ano acontece a 4º Edição da Black Friday Brasil – evento de descontos americano – a data é sempre no dia seguinte ao Dia de Ação de Graças nos EUA (ou seja, dia 29/11), e serve tanto para que as compras de natal sejam feitas com um super desconto como também para que as lojas possam receber o estoque de Natal deste ano. Com super descontos, você certamente não pode perder esta oportunidade de comprar livros e outros produtos em lojas online – sem filas, sem stress!

Abaixo segue uma foto onde que contém todas as lojas que participarão do evento:

Tem muita loja boa aí hein? Dá pra comprar passagens aéreas, móveis, eletrodomésticos e mais uma variedade de coisas por um preço muito menor. Mas cuidado! Existe muita gente que aproveita pra dobrar o preço e colocar a metade, parecendo que você está realmente pagando bem menos. Para ficar ligado na manipulação das marcas, recomendo este vídeo do canal Nerdologia – recomendo muito! – que até cita a sexta-feira negra, confira:

E aí, que tal? Hoje já vou dar uma boa pesquisada nos livros que ando querendo comprar para ver se o preço vai ser realmente justo. Para mais informações sobre a Black Friday Brasil, acesse o site: http://www.blackfriday.com.br/ (créditos para a imagem).
Um beijo, até mais!

 

Sobre o capítulo de Halloween de Pretty Little Liars

O episódio de Halloween de PLL passou-se dia 22 de outubro, e logo depois o seriado entrou em hiatus. Muitas respostas importantes foram dadas, dentre elas a verificação de que Ali está mesmo viva, embora, para a opinião de muitos, o episódio apenas tenha aberto espaço para mais perguntas, além de servir como spin-off para a nova série da BBC. Mas, vamos debater sobre o episódio.

PLL-Season-4

Primeiramente, eu achei o episódio mal feito e com cenas pouco aproveitáveis, além de imaginar que tudo o que aconteceu foi em grande parte um grande episódio piloto e de propaganda à nova série Ravenswood – que eu até agora não entendo o por quê de existir – mas fora isso, foi um pouco esclarecedora e ainda mais misteriosa. Não chegou nem perto dos outros especiais de Halloween da série, mas valeu a pena pelas descobertas.

71708-pretty-little-liars-pretty-little-liars

O episódio de Halloween começa onde o anterior termina, sem pausas, praticamente. As Liars decidem ir para a festa procurar por Alison, antes que -A o faça. Como já sabem a roupa da -A, elas pensam estarem preparadas, que grande erro. Logo que chegam ao cemitério – local da festa – elas querem voltar, com medo. Porém, determinadas a seguir em frente, elas entram pelos portões. Seguem até o local da festa e começam a procurar pela Red Coat. Hanna fica fissurada em duas garotinhas de vestido vermelho, história que Alison havia contado para ela, mas depois apenas descobre que são uma garota e uma anã. Aria, Spencer e Hanna acham um homem que está com a roupa igual à da -A, e começam a seguir sua acompanhante, que cai em uma cova. Aria a ajuda a sair, e recebe agradecimentos da garota, que na verdade é prima dele. Estes dois acontecimentos ficam completamente fora de sentido, exceto para mostrar como elas estavam alertas. Não se passa muito tempo e Ezra liga para Aria. Spencer pede para Aria não contar à Ezra onde elas estão, mas a garota não houve e dá a localização exata para Ezra. O que, na minha opinião, foi uma sorte. Ezra estava atrás de uma lápide espiando as Liars, e saberia exatamente se elas estivessem mentindo, sendo assim, soube que elas – ainda – não desconfiavam dele. As meninas vêem a Red Coat entrando em um mausoléu, e lá vem uma das cenas mais bizarras do episódio: As garotas começam a correr atrás da suposta Alison, e ficam 10 segundos atrás dela. Quando chegam no mausoléu, descobrem que Alison empurrou uma estátua, entrou no subsolo e se escondeu nesse meio tempo, o que é impossível, visto que foi preciso mais de uma garota para empurrar a estátua. Pouco depois das meninas entrarem, alguém tranca-as na passagem subterrânea do mausoléu. E lá vem mais uma cena mal-feita: Um vento – que só poderia ser de um super ventilador – começa a soprar, e Spencer diz que deve haver uma passagem de ar por ali. O vento vai ficando mais forte, até que elas agarram as mãos e ficam encostadas na parede. A luz se apaga e quando acende, Aria estava segurando uma estátua e Hanna havia sumido. HÃN?

pretty-little-liars-halloween-w724

Hanna vai parar em uma outra passagem subterrânea, sozinha e sem um fio de cabelo a menos. Começa a andar até que se desespera ao ver uma mensagem “Salve-me” escrita com algo vermelho. Começa a correr até que acha a entrada para uma mansão, que mais além no episódio descobrimos ser do tio de Miranda, acompanhante de ônibus de Caleb, que veremos mais além. Hanna entra em uma cabine telefônica e tenta discar para um número, e é aí que as coisas começam a ficar interessantes: Ezra está seguindo-a. Tranca Hanna na cabine telefônica e lá Hanna pôde presenciar diversas coisas, entre elas a mais estranha: Alison sendo sufocada por Ezra, então eles somem em um passe de mágica e aparece Miranda.

Miranda pega um ônibus com Caleb para Ravenswood, para encontrar o tio dela, que não sabe que ela está indo. Ela tem a história parecida com a de Caleb, e quando chega ao local onde seria a casa do tio, ajuda Hanna a sair da cabine. Hanna finalmente fala com Caleb, e os dois tentam entrar pela passagem do mausoléu, mas está fechada. Agora vem a parte mais estranha do episódio e provavelmente um dos mistérios de Ravenswood: Miranda encontra uma sepultura com o seu nome e a foto de uma garota igual à ela, com a mesma idade. Como se ainda não bastasse, enquanto ela e Hanna procuravam uma saída para a mansão, Miranda encontra cartões de velório com a foto do homem que ela e Caleb andaram de ônibus. No mínimo, macabro. Nesta mesma cena, ainda podemos ver um flashback do passado da nova garota: a morte de seus pais.

Enquanto Hanna estava tentando achar as outras garotas, Aria e Emily – Spencer havia desaparecido também – encontraram a tal “saída de ar”, o que era na verdade uma janela quebrada na mansão. Já desesperadas para sair da mansão, as duas tentam sair pela janela, e apenas por um grito de Alison se salvam de serem degoladas por um pedaço de vidro prestes a cair – como elas não ouviram ele enquanto escorregava aos poucos?.

Em mais uma cena, Spencer havia desaparecido das outras meninas, e acabou parando na estufa da mansão. Enquanto olhava ao redor, Ezra, vestido de -A aparece e os dois começam a brigar. Spencer acaba ganhando e derrubando-o, porém quando vai desmascará-lo, ele dá uma volta por cima e deixa a garota inconsciente. O único lado bom da luta foram as contusões que ele levou, inclusive um machucado no no punho – que, por milagre, ele não aparentou sentir nada durante o encontro com Aria algum tempo depois -, mas o fato é que ele escapou novamente.Pretty-Little-Liars

Na cena seguinte, Aria e Emily correm atrás dos gritos de Alison e entram numa sala com um gravador, com os gritos e pedidos de socorro de Alison. Como se ainda não estivesse estranho o suficiente, a sra. Grunwald aparece na cena do nada e diz que aquela casa é o seu lar, embora não viva nela. Também mostra um de seus poderes de sensitividade, contando que uma das meninas (Aria, Emily, Spencer ou Hanna) já havia sido tocada pela pessoa que Alison mais teme. Vamos lá, meninas, coloquem suas cabeças para funcionar: Toby e Caleb estão fora de risco, quem sobra, já que Emily é gay? BINGO! Agora a questão da fita: Quem a colocou ali? Quem a gravou? Os gritos eram reais ou teatrais?

Hanna provou que confia mesmo no seu namorado, pedindo a ele para ajudar Miranda a descobrir o mistério que ronda a sua família, mas, sei lá, isso foi muito sem sentido. Ajudar uma completa estranha? E se esta garota fosse do Team -A e só estivesse como espiã lá? Fora que faria mais sentido o Caleb ter dito à Hanna que iria ficar lá, já que ele também encontrou uma lápide com seu nome e foto atuais.LUCY HALE, TROIAN BELLISARIO, ASHELY BENSON, SHAY MITCHELL

Por fim, alguém fura o pneu do carro de Spencer e rouba o step. E é neste momento que chega o salvador: Ezra. Spencer e as outras garotas ficam automaticamente mais tensas, exceto Aria, que corre para ele e pega carona. Com relutância, as Liars fazem o mesmo. Ele as leva até a casa de Spencer, e uma delas enxerga a Red Coat indo em direção ao celeiro. Todas elas correm e as quatro garotas vêem Alison pela primeira vez desde que ela sumiu, e ela diz algo muito importante: “Você se lembra do que falei para você no hospital, Hanna?” o que mostra que as Liars não estavam sonhando ou tendo ilusões, e sim que Alison realmente esteve em Rosewood esse tempo todo. Para quem não se lembra do episódio, a conversa se baseia nas lembranças de Hanna sobre a noite do sumiço de Alison. “Vocês se lembram mais daquela noite do que pensam”, diz ela. Como se não bastasse todas as inquisições de que Ezra é -A, Alison corre no exato momento em que Ezra aparece para entregar à Aria seu celular. Este capítulo foi no mínimo surreal.

Os próximos episódios voltam em janeiro, mas utilizemos este meio tempo para desenvolver teorias sobre o envolvimento de Ezra como -A, e aguardar ansiosos o início de Ravenswood, com a esperança de que revele as questões pendentes no episódio de Halloween.