52 Semanas – Coisas que me fazem ficar feliz

tumblr_mrdkw3zHoU1sbw4j0o1_500

Eu tenho mais do que 5 coisas que me fazem feliz, e quase um milhão de coisas que me deixam alegre (há diferença), mas eu coloquei as 5 primeiras que vieram na minha cabeça (excluí a comida e música da lista porque é comprovado biologicamente que elas fazem todo mundo feliz). Vamos lá?

giphy

Ler/Assistir Harry Potter/A Seleção.: Esses dois livros são algo como uma droga pra mim, sério. É começar a acompanhar que parece que comi uma tonelada de açúcar, porque fico muito animada. No post que eu fiz sobre a resenha de A Elite (link aqui)  você vai notar que eu pirei muito com o final. E pra quem não sabe, todo ano eu releio a série Harry Potter, e simplesmente morro rindo com as tiradas dos personagens. “Levar 25 estudantes para a Casa dos Gritos não precisaria de uma Capa da Invisibilidade, e sim um toldo da Invisibilidade” (Sim, eu rio disso).

tumblr_inline_mnfopb9YhA1qz4rgp

Ter ideias boas e originais.: Eu preciso praticar minha criatividade o tempo todo, tanto para postagens legais aqui no blog, já que ele é pequenininho e eu quero que ele cresça que nem um pé-de-feijão mágico, quanto para o meu dia-a-dia: colégio, quarto, casa, etc. Por isso, eu fico dias e dias felizes quando eu tenho aquele PLIM, e uma ideia ótima surge. É muito bom ❤

tumblr_inline_mon8s1ugUm1qz4rgp

Animações.: Eu tenho um fraco enorme por animações. Quando eu vejo filmes como Meu Malvado Favorito eu fico completamente impossível (e isso inclui a fala aguda e as caras de fofura). Tem tantas cores, tanto trabalho, os enredos sempre são muito bem bolados, tem humor, tem fofura, e de repente tudo vira arco-íris e pôneis unicórnios.

 tumblr_loiicjgadn1qa1lni_zpsc61b0bc9

 Seriados.: Gente, tô apaixonada! Grey’s Anatomy é uma série tão boa! Sim, ela é sobre médicos, e hospitais, e sangue, mas é muito engraçada. Ela tem toques de humor, ela mostra a vida dos médicos fora do hospital, mostra os problemas deles e como eles são pessoas. Fora que tem um elenco incrível, como Patrick Dempsey, Katherine Heigl, Eric Dane, até a Demi Lovato já apareceu! Eu sou apaixonada pelo Derek e acho ele perfeito pra Meredith. Para vocês terem uma ideia do meu amor: 9 temporadas em 2 meses! Mas claro que eu gosto de outras séries (que estão em hiatus, infelizmente), como Pretty Little Liars, Witches of East End, Arrow, e por aí vai. Vocês vão saber mais detalhes quando eu fizer um post sobre isso na semana 19 ❤

 

tumblr_lrl2ppN2Hk1r0ojhto1_500

Histórias com finais felizes (e principalmente um casal feliz).: Eu sou uma defensora de finais felizes sempre, com direito a casamento, véu, grinalda e tudo o mais! Adoro ler romances água com açúcar, e de ficar toda alegre quando o casal dá o primeiro beijo. Esse tipo de coisa me faz feliz 😉

 

 É isso aí, pessoal! Até semana que vem, em que o tema será: Eu nunca…

 

Anúncios

O que fazer com nossos livros infantis?

tumblr_mrt6rhcdmt1r89lywo1_400Meus livros estão no meu quarto. Todos eles. Eu tenho os livros que eu cuido como relíquias ~ os atuais ~, e tenho guardado em caixas os gibis, as histórias pequenas, os contos que fizeram minha infância. Isso ocupa uma boa parte do meu quarto que eu poderia usar para guardar outras “bugigangas”, mas eu simplesmente não consigo(guia) desapegar. Baseado na minha experiência, vim dar uma mexida nas ideias de vocês.

Apesar de eu ter mais ou menos três caixas cheias de livros infantis, eu posso contar nos dedos das mãos os livros que “marcaram” realmente a minha infância, o resto está ali apenas para fazer volume, na verdade. Acho que muita gente, assim como eu, tem esse problema de acabar se apegando a coisas que na verdade não são tão especiais para nós, mas mesmo assim esperamos que sejam. Mas se você já passou dos 15, esqueça, o momento já passou.

tumblr_mqix2yLxq61rr2cq6o1_500

Eu costumava dizer que meus quinze anos não iriam mudar nada na minha vida, que eram exatamente a mesma coisa que meus quatorze, mas como eu estava enganada. Vão fazer quatro meses que fiz essa idade e já vi como muda. Talvez eu não tenha mudado diretamente, e nem drasticamente, mas a sociedade me mudou quando eles mudaram a forma de me olharem. Eu conquistei muitas coisas que com quatorze seria impossível, e sei que ainda há muito a conquistar, e principalmente, há muita responsabilidade com que lidar daqui para a frente, mas o que eu tenho certeza é que a única maneira de seguir em frente é parar de manter um pezinho ali no passado, tentando possuir a irresponsabilidade justificada e me fiando na minha infância para justificar meus erros.

Portanto, aqui vai o meu desabafo e uma promessa que espero cumprir: Desapeguei. Vou separar todos os meus livros, gibis, tudo que eu possuir que não esteja ligado diretamente à lembranças especiais, nostálgicas e boas da minha infância, e vou vender/doar para sebos, casas de leitura, etc. É incrível a quantidade de livrinhos em bom estado que eu tenho e que podem fazer a felicidade de outras crianças, e o mais incrível ainda vai ser saber que eu fiz mais gente feliz e me fiz feliz de tantas maneiras que um gesto destes pode proporcionar.

Faça como eu! Não é um sacrifício e muda a vida da gente e da próxima geração. Doe livros e comece a escrever sua própria história!

TAG: 52 Semanas

hello+typewriter+via+we+heart+it_large-Copy

Oi oi gente!!!

Hoje decidi começar uma tag muito interessante (e que toma o ano todo), chamada 52 Semanas. Eu a vi no blog Sem Formol Não Alisa, e como achei uma ideia ótima, resolvi fazer! A ideia geral é que a cada semana, durante 52 semanas, eu diga 5 coisas sobre um dos temas abaixo (vou fazer na ordem para não me perder). É bem simples e divertido, e eu amei ❤

A única parte difícil vai ser lembrar que eu preciso responder (acreditem, a maior parte das coisas que eu não faço no blog é porque eu esqueço). Bom, eis a lista:

 

  1. Coisas que me fazem ficar feliz
  2. Eu nunca…
  3. Coisas pra se fazer no calor
  4. Minhas citações preferidas
  5. Fazem parte da minha wishlist
  6. Super poderes que eu gostaria de ter se fosse um super herói
  7. Eu sempre…
  8. Os melhores filmes infantis que já assisti
  9. Pessoas que eu gostaria de conhecer / ter conhecido
  10. Minhas comidas preferidas
  11. Meus brinquedos preferidos na infância
  12. Coisas pra se fazer no frio
  13. Fico sem graça quando…
  14. Meus sites preferidos na internet
  15. O que há de pior no mundo virtual?
  16. Isso, pra mim, não é diversão
  17. Personagens cuja vida eu gostaria de viver por um dia
  18. Sinto saudades…
  19. Meus seriados preferidos
  20. Fico de mau humor quando…
  21. Meus piores defeitos
  22. Na minha geladeira, tem que ter
  23. Coisas que me incomodam no mundo contemporâneo
  24. Casais preferidos
  25. Tenho aflição de…
  26. Se eu pudesse trocar de profissão, eu seria…
  27. Coisas legais pra se fazer nas férias
  28. Minhas maiores “neuras” e manias
  29. Filmes que me falam ao coração
  30. Fico impaciente com pessoas…
  31. Quando não tenho nada pra fazer, gosto de…
  32. Ainda quero aprender
  33. Tenho medo de…
  34. Livros que eu acho que todo mundo deveria ler
  35. Minhas piores compras
  36. Morro de preguiça de…
  37. O que, de melhor, o mundo virtual me trouxe e traz
  38. Desculpe, mas eu acho brega
  39. Minhas melhores qualidades
  40. Meus “cheiros” preferidos
  41. As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso
  42. Quer acertar no meu presente? Então me dê…
  43. Músicas que eu não canso de ouvir
  44. Meus vilões preferidos
  45. Lembra a minha adolescência
  46. Parece que todo mundo sabe _______________, menos eu
  47. Quando estou apaixonada eu…
  48. Nunca tive coragem de…
  49. Lugares no mundo que eu gostaria de conhecer
  50. Pessoas que eu admiro
  51. Coisas que me marcaram neste ano que está acabando/acabou
  52. No ano que vem eu quero

 

A ideia era começar no início do ano, mas eu acho que isso não vai influenciar muito já que estamos quase no mês 06, ou seja, vou pegar uma boa parte dos dois anos e juntá-los para as últimas perguntas ❤

Eu não vou responder a primeira questão neste post para ele não ficar comprido, mas ainda essa semana eu volto e o faço!

Beijos :3

Conheça os palíndromos #AprendiHoje

6a01053589653e970c0168eab1b34c970c

Palíndromo é uma das coisas mais legais da língua escrita. Para você entender por si mesmo, olhe a imagem acima. Leia da esquerda para a direita. Depois, leia da direita para a esquerda. De cima para baixo e de baixo para cima. Que tal?

O conceito de palíndromo é: Palavras ou frases que são iguais até mesmo sendo lidas ao contrário (da direita para a esquerda), alguns exemplos muito comuns são as palavras “Ana”, “Saias”, “Arara”, etc.

Obs: Não confundir Palíndromos com Anagramas. Anagrama é a formação de palavras já existentes através da leitura da direita para a esquerda. Nem todos os Anagramas formam Palíndromos. Na figura acima, temos palíndromos e anagramas, na abaixo, apenas anagramas.

large (3)

(Malvado/Infeliz é apenas Vida escrito ao contrário) – Exemplo de Anagrama

 

Para a formação de um palíndromo, não são levados em consideração acentos nem pontos. São as letras que importam, não as regras de pontuação.

Existem três tipos de Palíndromos. Eles foram classificados por Rômulo Marinho, muito famoso no mundo palindromista:

  • Expliciti – trazem sempre uma mensagem direta, clara e inteligível, como “Socorram-me, subi no ônibus em Marrocos” (palíndromo de autoria anônima, provavelmente o mais conhecido em língua portuguesa).
  • Interpretabiles – têm coerência, mas requerem esforço intelectual do leitor para serem entendidos, como “A Rita, sobre vovô, verbos atira.”
  • Insensati – cuidam apenas de juntar letras ou palavras sem se preocupar com o sentido, como “Olé! Maracujá, caju, caramelo.”

Na primeira imagem, temos a frase Sator Arepo Tenet Opera Rotas. Esta é uma frase em latim, que significa: O semeador, com o seu carro, mantém com destreza as rodas. Há várias outras traduções para a mesma frase, que é um enigma antigo e significa muitas coisas, para muitos povos (posso falar sobre isso em uma outra postagem).

Mas o mais legal de tudo isso é a constituição de frases. É através delas que podemos nos divertir e entender mais como esse sistema funciona, veja alguns exemplos:

  • “A base desatola calotas e desaba”
  • “A maca dos sonos só dá cama” (Mateus S. Thimóteo
  • “Ame o poema”
  • “Acinte animal: aos sopapos, soa lâmina étnica.” (Beto Furquim)
  • “Subi no onibus”
  • “A droga do dote é todo da gorda.” (Rômulo Marinho)
  • “Seco de raiva, coloco no colo caviar e doces.” (Rômulo Marinho)
  • “Me vê se a panela da moça é de aço Madalena Paes, e vem”
  • “Luza Rocelina, a namorada do Manuel, leu na moda da romana: Anil é cor azul”.
  • “Socorram-me, subi no ônibus em Marrocos”

Além da língua portuguesa e latim, existem palíndromos em várias outras línguas, veja só:

large

(Booby Trap ao contrário é Party Boob [Festa do peito]) – Exemplo de Palíndromo e Anagrama

Inglês: (Clique aqui para ir ao google tradutor)

  1. “A dog, a plan, a canal: pagoda.”
  2. “Doc, note I dissent: a fast never prevents a fatness. I diet on cod.”
  3. “Draw pupil’s lip upward.”
  4. “Ten animals I slam in a net.”
  5. “Doctor Reubenstein was shocked and dismayed when he answered the ringing telephone, only to hear a strange, metallic, alien voice say, “Yasec iovn eilacilla temeg! Nartsa raehoty lnoenoh pelet gnig, nirehtde rewsnaehn ehw. Deya! Msid! Dnadek cohssaw nietsne buerro, tcod?” (Minha preferida)
large (2)

(Estressado é apenas Sobremesa escrito ao contrário) – Exemplo de Anagrama

Espanhol: 

  1. “Adivina ya te opina, ya ni miles origina, ya ni cetro me domina, ya ni monarcas, a repaso ni mulato carreta, acaso nicotina, ya ni cita vecino, anima cocina, pedazo gallina, cedazo terso nos retoza de canilla goza, de pánico camina, ónice vaticina, ya ni tocino saca, a terracota luminosa pera, sacra nómina y ánimo de mortecina, ya ni giros elimina, ya ni poeta, ya ni vida. (de Ricardo Ochoa)”
  2. “Allí si María avisa y así va a ir a mi silla.”
  3. “No di mi decoro, cedí mi don. (de Juan Filloy)”
  4. La ruta nos aportó otro paso natural.”
  5. “A la catalana banal, atácala.”

Italiano:

  1. I topi non avevano nipoti (Os ratinhos não tinham netos)
  2. Anna ama Ale ma Pamela ama Anna (Anna ama Ale, mas Pamela ama Anna)
  3. All’Unicef non feci nulla (UNICEF não fez nada)

 

Eu espero que vocês tenham gostado! Qualquer dúvida, deixe nos comentários que eu irei responder o mais rápido possível.

Um beijo, até mais!

Créditos: Mundo Estranho, Wikipedia,

O que me faz

Imagem

Se eu fizesse a faculdade de Medicina, eu teria como história para minha decisão um jogo em que precisávamos adivinhar qual era a parte do corpo humano que tinha problemas. Se eu fizesse a faculdade de Administração, poderia contar a história de como minha mãe sempre me criou para ser uma líder. Se eu fizesse faculdade de Letras, poderia contar que escolhi essa profissão por ter esperneado para entrar no colégio aos 5 anos pois já sabia ler e escrever. Se eu fizesse faculdade de Matemática, poderia contar como sempre fui influenciada pelo meu irmão que conquistou tantas coisas sendo um gênio nessa área. Se eu fizesse faculdade de Arquitetura, poderia contar como sempre tive o desejo de construir a minha casa “perfeita”, e por isso havia decidido aprender a construí-la eu mesma. Se eu fizesse a faculdade de Geografia, poderia contar como sempre quis viajar o mundo todo, conhecer montanhas, cordilheiras, abismos, e até mesmo escalá-los. Se eu fizesse faculdade de Mecânica, poderia contar como sempre fui influenciada pelo meu pai, que sabe consertar todos os tipos de coisa. Se eu fizesse faculdade de Design ou Moda, poderia contar à todos como fui influenciada pela minha mãe, que tem o dom de fazer roupas sem graça virarem obras de arte e sempre estar antenada na moda mesmo nunca pesquisando-a a fundo. Se eu fizesse faculdade de Odontologia… Não, nem existe essa possibilidade.
O ponto é: Eu não faria nenhuma destas faculdades. Pois só de pensar nas histórias que eu posso contar sobre as profissões, isso me faz uma escritora. Me faz uma narradora, me faz.